Apresentação do PowerPoint

Apresentação do PowerPoint

S S I O A E A A J R E I R

P G S I E S N O D U IT Servi uns aos outros, cada um conforme o

dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graa de Deus. 1 Pedro 4:10 1 A B B A I L E

OS S N O D R I P S E I

A U IT . S [...] cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graa de Deus. 1 Pedro 4:10 Tendo, porm, diferentes dons segundo a graa que nos foi dada: se profecia, seja segundo a proporo da f; se ministrio,

dediquemo-nos ao ministrio; ou o que ensina esmere-se no faz-lo; ou o que exorta faa-o com dedicao; o que contribui, com liberalidade; o que preside, com diligncia; quem exerce misericrdia, com alegria. Romanos 12:6-8 A respeito dos dons espirituais, no quero, irmos, que sejais ignorantes. [...] Ora, os dons so diversos, mas o Esprito o mesmo. E tambm h diversidade nos servios, mas o Senhor o mesmo. E h diversidade nas realizaes, mas o mesmo Deus quem opera tudo em

todos. A manifestao do Esprito concedida a cada um visando a um fim proveitoso. Porque a um dada, mediante o Esprito, a palavra da sabedoria; [...] e a outro, segundo o mesmo Esprito, a palavra do conhecimento; a outro, no mesmo Esprito, a f; e a outro, no mesmo Esprito, dons de curar; a outro, operaes de milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espritos; a um, variedade de lnguas; e a outro, capacidade para interpret-las. Mas um s e o mesmo Esprito realiza todas estas

coisas, distribuindo-as, como lhe apraz, a cada um, individualmente. 1 Corntios 12:1,4-11 e a graa foi concedida a cada um de ns segundo a proporo do dom de Cristo. Por isso, diz: Quando ele subiu s alturas, levou cativo o cativeiro e concedeu dons aos homens. E ele mesmo concedeu uns para apstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e [...] mestres, com vistas ao aperfeioamento

dos santos para o desempenho do seu servio, para a edificao do corpo de Cristo, At que todos cheguemos unidade da f e do pleno conhecimento do Filho de Deus, perfeita varonilidade, medida da estatura da plenitude de Cristo. Efsios 4:7-8,11-13 Assim, tambm vs, visto que desejais dons espirituais, procurai progredir, para a edificao da igreja. 1 Corntios 14:12 2 S

I A . U T LIA I R B I P B S E A N S N S DO D O A

S N N O U I G C AL EN M Efsios 4:11. Apstolos, profetas, evangelistas mestres. Romanos 12:6-8. Ensino, servio, exortao, repartir,

presidir, misericrdia. 1 Corntios 12:7-10. Profecia, sabedoria, cincia, f, cura, milagres, discernimento de espritos, lnguas interpretao de lnguas. 1 Corntios 12:28. Apstolos, profetas, mestres, operadores de milagres, lnguas, socorros, governos. 1 Corntios 7:7. Celibato.

1 Corntios 13:3. Renncia s posses materiais. 1 Corntios 13:3. Martrio. 1 Pedro 4:9. Hospitalidade. Atos 8:5-8. Expulso de demnios. Atos 12:12. Orao intercessora. Romanos 11:13. Esprito missionrio.

E 3 O A I C S E I F A O U R

T P I R E I D SP O E T I R NS P O S D E

S O Deus tem posto na igreja vrios dons. Estes so preciosos, em seu devido lugar, e a todos dado ter uma parte na obra de preparar um povo para a prxima vinda de Cristo. OE 481 Os sermes tm tido grande procura em nossas igrejas. Os membros tm confiado em declamaes do plpito em vez de no Esprito Santo. No solicitados nem utilizados, os dons espirituais a eles concedidos tm-se reduzido a fraqueza. ME1 127

Os ministros negligenciam com frequncia esses importantes ramos da obra a reforma de sade, os dons espirituais, a beneficncia sistemtica e os grandes ramos da obra missionria. Ev 343 4 O C S I I L B UA

B IT O IR T I SP S E P S O N R P DO O S O D

1. A edificao do corpo de Cristo. Efsios 4:12-16 2. A confirmao dos crentes. Romanos 1:11 3. Conforto pela f em comum. Romanos 1:12 4. A manifestao do Esprito para

proveito. 1 Corntios 12:7 5. Crescimento para edificao no amor. Efsios 4:16 6. Ser sbrios e seguir em orao. 1 Pedro 4:7 7. Aperfeioamento dos santos para a obra do ministrio, para a edificao do corpo de

Cristo. Efsios 4:12 8. Chegar unidade da f e estatura da plenitude de Cristo. Efsios 4:13 9. Para que a igreja seja firme e no mais como meninos agitados. Efsios 4:14 Foram, ento, batizados em nome de Jesus; e, impondo-lhes Paulo as mos (Atos 19:6), receberam tambm o batismo do Esprito Santo que os capacitou a falar as lnguas de outras naes e a profetizar. Dessa

forma estavam habilitados a trabalhar como missionrios em feso e circunvizinhanas, e tambm a sair para proclamar o evangelho na sia Menor. AA 157 4 S E A D S

N A E IC M T O C R E P R Ter conscincia de que Deus lhe deu dons e

talentos. Usar os dons e os talentos dados por Deus. No um ato de humildade pensar e dizer que no temos dons. Descobrir os novos dons que Deus nos deu. No se trata de orgulho reconhecer as capacidades que Deus lhe deu. Procure ajudar os outros a descobrirem seus dons e talentos.

Incentive todos na igreja a usarem seus dons e talentos. Nunca pense que em sua igreja h membros que no possuem dons e talentos. Incentive os membros de sua igreja para que descubram todo seu potencial. Pea a Deus que lhe mostre seus talentos e dons ocultos. Quando voc descobrir um novo dom ou talento,

lembre-se de que ele lhe foi concedido para o bem comum de sua igreja e no para sua exaltao pessoal. Quando lhe felicitarem por suas capacidades, no se esquea de dar a glria a Deus. Valorize os dons e talentos dos outros membros da igreja. Pea a Deus que o ajude a descobrir todo seu potencial e tenha certeza de que Deus o ajudar.

No se esquea de que, caso voc seja motivado pela vaidade para pedir a Deus a concesso de dons especiais, essa no a vontade dEle. Se os dons que Deus lhe deu forem usados para a Sua glria, certamente o Senhor lhe conceder mais dons. Porm, se voc no usar os dons que Deus lhe deu para a glria dEle, provavelmente, voc no ter esse privilgio. Deus d e Deus tira,

dependendo de nosso comportamento e do uso que damos s bnos que Ele nos outorga. Concluso A cada um foi distribuda sua obra, e ningum pode substituir a outro. Cada um tem uma misso de admirvel importncia, a qual ele no pode negligenciar ou passar por alto, uma vez que seu cumprimento envolve o bem de alguma alma, e a

negligncia da mesma, a runa de uma criatura por quem Cristo morreu. SC 8 S S I O A E A A J

R E I R P G S I E S N O D

U IT

Recently Viewed Presentations

  • Sistem Pentanahan (Pembumian) Titik Netral

    Sistem Pentanahan (Pembumian) Titik Netral

    Tahanan Jenis Tanah JENIS TANAH TAHANAN JENIS TANAH (OHM M) TANAH RAWA 30 TANAH LIAT DAN TANAH LADANG 100 PASIR BASAH 200 KERIKIL BASAH 500 PASIR DAN KERIKIL KERING 1,000 TANAH BERBATU 3,000 Pengukuran Tahanan Pentanahan Untuk mengukur tahanan pentanahan...
  • NMI 105: High Impact Leadership

    NMI 105: High Impact Leadership

    Introducing Allen Gjersvig. NMI 105 High Impact Leadership. Has led nonprofit organizations for more than 25 years. Recently, led Keogh Health Connection's growth from one employee to ten
  • Erosion and Deposition - Mrs. Farinholt6-3 Math and Science

    Erosion and Deposition - Mrs. Farinholt6-3 Math and Science

    WATER EROSION. Water Erosion-Rivers. Rivers and streams carry sediment. As the sediment moves mechanical weathering occurs. ... Picture. Wind. Sand Dune Water *Waves ... Erosion and Deposition Last modified by: Natalie Farinholt ...
  • APUSH: Market Revolution 1815-1840 - Mr Cahill

    APUSH: Market Revolution 1815-1840 - Mr Cahill

    The market revolution and westward expansion heightened the nation's sectional divisions. ... South lagged behind the North in terms of factory production. Ch. 9, Image 15 ... a watercolor from the late 1830s depicting an evangelical preacher at a revival...
  • Open Mind General

    Open Mind General

    Open Mind Initiative David G. Stork Ricoh Silicon Valley [email protected]
  • Des gens au service des gens Conseil national

    Des gens au service des gens Conseil national

    (Traduction) (Nancy, Nouveau-Brunswick) Les efforts déployés par cette équipe et sa contribution pour l'organisation furent reconnus officiellement: les membres se sont mérités un prix d'excellence des sous-ministres en 2011 dans la catégorie Excellence dans la conception et la prestation de...
  • Click to edit Master text styles Click to

    Click to edit Master text styles Click to

    Al Simpson Paul Porter Al Simpson Paul Porter Bob Bogan & Norm Thoreson Greg Bielawski Steve Will * Click to edit Master text styles Ralph Burnett William Scanlon Bill Houston Bill Eickelberg Quince Fleming Bill McLaughlin Gerald Snyder Bob Russell...
  • NGfL CYMRU GCaD Look carefully at the following

    NGfL CYMRU GCaD Look carefully at the following

    Conjunctions are words that join two words, clauses, phrases or sentences together. Click for some examples. Click for conjunction finally afterwards also unfortunately luckily but Conjunctions at that moment aside from as a result Conjunctions Identify the conjunction in this...